Escolhendo a Melhor Dieta Para Emagrecer

Verão chegando, sol, praia, biquíni! Abusou do chocolate quente neste inverno? Seu corpo perdeu algumas formas? Não se preocupe! Para ajudá-la a entrar no seu biquíni vamos falar de dieta para emagrecer.

Diante de diferentes propostas de dieta fica difícil decidir o caminho certo a seguir.

Para iniciar a caminhada é necessário motivação, estar de fato querendo mudanças, foco nos seus objetivos e metas a serem alcançadas.

Um passo de cada vez deixará seu caminho livre e com concentração total em suas metas. Vamos iniciar o primeiro passo com as dietas.

O que é necessário numa boa dieta para emagrecer?

O princípio básico das dietas é possuir baixas calorias. Acelerar o metabolismo para queimar os excessos de gordura, reduzir o colesterol, controlar a oleosidade da pele ou capilar, são as promessas de algumas dietas.

Vale lembrar, nem sempre quem faz dieta é para perder peso, pode ser uma indicação médica como nos casos de hepatite ou cirrose, pessoas com intolerância ao glúten ou hipotireoidismo entre outras.

 A boa dieta para emagrecer deve ter:

  • Carboidratos – excelentes fontes de energia.
  • Proteínas – para a defesa do organismo e sustentação muscular.
  • Fibras – para o correto funcionamento do intestino e contribuem para a diminuição do colesterol.
  • Lipídios – auxiliam na absorção de vitaminas.
  • Vitaminas e sais minerais – regulam os processos metabólicos.
  • Produtos naturais evitando os industrializados.
  • Sal com moderação.
  • Pouco açúcar.

Dieta não significa passar fome, uma alimentação equilibrada é sinônimo de vida saudável.

Vamos apresentar três tipos de dietas que estão fazendo sucesso.

Dieta Dukan

dieta para emagrecer dukan

A dieta para emagrecer desenvolvida pelo médico Pierre Dukan, sendo seus seguidores chamados de dukanianos, é baseada no consumo de proteínas (carnes e peixes) onde as verduras são incluídas de forma restrita e os carboidratos são proibidos.

A Dieta Dukan é dividida em quatro fases:

  • Fase de ataque: devem ser ingeridos apenas alimentos ricos em proteínas, 66 tipos a sua escolha, podendo ser consumidos à vontade, a duração é de 3 a 7 dias.
  • Fase cruzeiro: acrescentar 34 legumes e vegetais as 66 proteínas, intercalando um dia só com proteínas e outro com legumes, vegetais e mais a proteína, duração de 7 dias.
  • Fase de consolidação: são introduzidos os pães integrais, queijos e frutas, com duração de 10 dias para cada 01 quilo que a pessoa queira perder.
  • Fase de estabilização: a alimentação é livre, mas com moderação, sendo obrigatório fazer atividades físicas e a ingestão de 03 colheres de farelo de aveia por dia.

Vantagens: promove uma reeducação alimentar associada a atividades físicas.

Desvantagens: não é uma dieta imediatista os resultados virão no decorrer do processo, por ser hiperproteica pode trazer riscos à saúde provocando carências graves ao organismo.

Para quem é indicada: para pessoas que não apresentam distúrbios graves como insuficiência renal ou diabéticos.

Dieta dos pontos

dieta para emagrecer pontos

Consiste em uma tabela pré elaborada em que cada alimento tem uma pontuação, sendo necessário fazer a contagem dos pontos de cada alimento ingerido.

A cada dia há uma quantidade de pontos específicos a serem atingidos. Qualquer tipo de alimento fica liberado, no entanto você não poderá ultrapassar a quantidade de pontos especificados.

Para o cálculo da tabela é necessário levar em conta o sexo, altura, peso e idade.

Vantagens: para quem tem dificuldade em deixar de lado alguns tipos de alimentos, afinal nesta dieta todos ficam liberados.

Desvantagens: será necessário estar sempre com o bloco de anotações para não perder o controle, além do livro de pontos, livro de dietas e do calculador para determinar a quantidade de pontos diária certa.

Para quem é indicada: para pessoas que não querem se privar de comerem certos tipos de alimentos.

Dieta paleolítica

dieta para emagrecer paleo

Na Dieta Paleolítica há uma restrição de alimentos industrializados, a ideia é remeter aos nossos ancestrais, sendo permitido carnes, frutas, verduras e alimentos integrais, o ideal é permanecer um tempo em jejum, mas não é regra obrigatória.

Massas estão excluídas desta dieta, afinal já viu homens da caverna comendo massa?

Alimentos permitidos: carnes, peixes, ovos, legumes, frutas, nozes, sal e especiarias.

Vantagens: a quantidade fica liberada, o importante aqui é a qualidade.

Desvantagens: esta dieta pode levar ao consumo exagerado de gordura e o jejum prolongado pode ser prejudicial para a saúde.

Para quem é indicada: para quem não gosta de massas e não quer perder tempo com porções controladas de alimentos.

Com a dieta para emagrecer escolhida é só focar e trilhar seu caminho para uma vida mais saudável.